TIJOLINHO À VISTA: QUEM NUNCA?

Aposto que você leitor, já pensou muitas vezes em ter uma parede de tijolinhos à vista. Acertei? Sim, por que eu adoro esse tipo de acabamento, tanto dentro de casa como nas fachadas das casas e prédios.

Há quem diga que tijolinhos à vista dão um ar rústico ao local, nem sempre “combinando” com ambientes mais modernos. Mas eu posso te falar que isso não tem muito a ver. O tijolinho é um acabamento muito versátil, combina com todo tipo de ambiente, trazendo personalidade e aconchego a casa e ao morador!

Vamos dar uma olhadinha?

fabricio roncca
Essa casa foi feita com placas cimentícias e uma parede todinha em tijolinhos. Deu uma “quebrada” no pé direito duplo do mezanino. (ooops: projeto do Studio Fabrício Roncca, em Londrina – PR)

IMG_4383
No quarto é puro aconchego (Oooops: projeto da arquiteta Andréia Foltran)

IMG_4387
Com uma parede assim, não precisa de mais nada! (ooops: projeto da arquiteta Sadala Gomide no www.assimeugosto.com.br)

IMG_4444
(ooops Casa Vogue)

www.limaonaagua.com.br
E a cozinha, não ficou com um ar de casa de sítio? Tem como não gostar? (ooops: www.limaonaagua.com.br)

 

Agora, depois de se inspirar, começar a fazer mil planos, escolher a parede e sua casa que ficaria perfeita se fosse de tijolinhos, você lembra que para isso tem que quebrar parede, arrumar pedreiro, se inspirar prá ter bagunça, poeira de quebra, mandar o cachorro prá casa da mãe…. vixe!!! Massss, seus problemas acabaram! Você mesmo pode colocar a mão na massa e transformar sua casa, deixar ela com cara de desconstruída que você imaginou. Como isso? Fácil! Basta colocar papel de parede que imita tijolinhos à vista ou adesivo. Existem vários sites e lojas de decoração que vendem esse tipo de papel de parede.

Bom gente é isso. Espero que gostem do post.
Eu to indo ali colocar uns tijolinhos e já volto num próximo post recheado de idéias!

Você sabe o que o arquiteto faz? Sabe mesmo?

arquiteta-casa-de-bonecas-maquete-john-holmgrenhome-arts-1938-09 (Small)Ah, minha mãe chamou um arquiteto lá em casa prá mudar os móveis de lugar… Esses dias o arquiteto foi em casa prá ver certinho com o meu pai, como vai ser a casa que eles querem construir… Mãe, por que você não chama um arquiteto?
Por que você não chama um arquiteto? Chamar, pra que?
Afinal de contas, quem são, como vivem e o que realmente fazem esses Arquitetos?

Eu sei que essa dúvida mexe com a cabeça de muita gente. Mas eu vou ajudar vocês a nunca mais se confundirem, prometo.
Existe no mercado três tipos de profissional que faz a mesma coisa, só que não. São eles: o Engenheiro Civil, o Arquiteto e o Decorador. Não, eles não fazem a mesma coisa. Talvez fazem coisas parecidas ou muitas vezes um precisa do outro, mas não são a mesma pessoa e nem fizeram a mesma faculdade. Vamos às profissões:

Engenheiro Civil: o calculista
O engenheiro civil, primeiramente cursou Engenharia Civil. Aprendeu a fazer cálculos estruturais, projetos elétricos, hidráulicos, de telefone. Este profissional é o que coloca a casa em pé. Sim, sem a ajuda dele, a casa não sai. Geralmente o arquiteto passa para ele o projeto da casa e ele calcula a quantidade de ferro que vai nos pilares, a medida das lajes, os fios elétricos, como o eletricista vai montar o quadro de energia, onde vão ficar os ralinhos que coletam a água do quintal em dias de chuva…. Mas esse profissional pode fazer a planta de uma casa? Claro que pode! Mas, digamos que o engenheiro não tem a sensibilidade do arquiteto. Suas casas são meio quadradas e lógicas. Isso tudo para facilitar e economizar na hora de construir. Ah, e o engenheiro pode fazer pontes, prédios com mais de 4 andares, viadutos, barragens, e outras coisas do gênero, o arquiteto nestes casos, não pode.

O Arquiteto: este sonhador
Ah o arquiteto…. sempre sonhando com a casa ideal, com o cliente ideal… o produto ideal, o acabamento ideal… e se você perguntar para um arquiteto qual o seu melhor projeto, ele vai falar: o que estou trabalhando agora! Sim por que para o arquiteto cada projeto é como um filho. Ele coloca todos os seus sonhos e imagina esse projeto perfeito, virando uma linda casa e sendo habitada por seu cliente feliz! Mas nem só de sonhos vivem os arquitetos. Por que nem todo cliente é assim tão perfeito… Esse carinha aqui fez a faculdade de Arquitetura. E lá ele aprendeu a projetar, a otimizar espaços internos e externos, a colocar os móveis no lugar ideal, projetar as casas, os prédios, apartamentos, tudo de acordo com critérios de estética, conforto e funcionalidade. Projeta e coordena a construção ou a reforma de prédios e casas. Ele faz a planta e determina os materiais que serão utilizados na obra, levando em consideração o uso do imóvel, a disposição dos objetos, a ventilação e a iluminação.  Mas você pensou algo sobre colocar cortina…. Sim, o arquiteto ajuda o cliente a escolher tecidos e cortinas para a sala. E também o sofá, as poltronas o tapete. Por que no meio destas responsabilidades de projetar e coordenas obras, ele também faz a decoração do ambiente. Isso tudo de acordo com cada cliente.

Decorador: o modista
Esses dias li num site, que o decorador dita a moda na decoração. Não, não é assim. O decorador, diferente dos outros profissionais, não fez um curso superior, ele fez uma escola de decoração. Ah, mas vi não sei onde que agora tem curso superior de decoração…. tem sim! Aqui na minha cidade, por exemplo tem. Mas ainda não é reconhecida pelo MEC. Dura 02 anos e a pessoa sai de lá podendo colocar muitas cortinas, fazer lavabos fantásticos, salas de TV com home theater e tudo mais. Geralmente esse profissional também tem essa “sensibilidade” que tem o arquiteto. Ele foi chamado para deixar os ambientes lindos, aconchegantes, com móveis que combinem com o espaço e o gosto de cada cliente. Assim como cores nas paredes, papéis de parede, tapetes e afins. 

Mas péra aí Cristina, você falou que ia explicar prá gente não se confundir mais, e isso que você está falando sobre o decorador, você já falou no arquiteto! Calma gente. Sim, falei mesmo, mas foi pra gerar essa dúvida.
O caso é que arquitetos e decoradores podem sim fazer o mesmo trabalho…. só que não…..
Lembra que falei que o arquiteto projeta casas e faz planta de casas, apartamentos e tal? Então, o decorador já não pode. O decorador fica mesmo só com a decoração. Prá fazer a planta da casa, você chama o arquiteto. OK?

Todas as três profissões são lindas. Cada uma com seus percalços, cada uma com suas glórias, cada uma com sua beleza. Mas todas com o objetivo de fazer cidades e pessoas cada vez mais felizes!

Papel de parede a palavra chave da decoração

Chegou o começo do ano e é hora de renovar. Mudar os móveis ou simplesmente a cor das paredes de casa já é o suficiente para começar o Ano com mais estilo. O papel de parede para decoração azul-e-marron smallde interiores é uma boa opção, pois é antialérgico, não propaga chamas e a cola utilizada para aplicação do revestimento não possui cheiro e não mancha por ser a base d’água.

Quando pensamos em decorar ou redecorar um novo ambiente, imaginamos objetos, móveis, quadros, iluminação e a pintura, neste momento lembramos do trabalho e dor de cabeça que dá para proteger pisos, e todos os outros objetos e ambientes da casa. Quando você escolhe o papel de parede como revestimento para o ambiente, você elimina, de imediato, metade dos problemas. Entre as inúmeras opções de padrões de cores, texturas, motivos, acabamentos e complementos existentes no mercado, você certamente irá encontrar uma composição que irá valorizar os móveis e objetos já existentes em sua residência. Muito provavelmente, depois de pronto o ambiente, seus convidados vão achar que a mudança foi total.

Com a aplicação do papel de parede você vai ter conforto em dobro. Proporciona uma decoração aconchegante para os mais diversos ambientes, de uma sala de visitas a um lavabo, de uma simples saleta até sua sala de home-cinema, sem aborrecimentos ou transtornos.

O papel de parede, desde que bem aplicado e cuidado, como qualquer outro objeto de decoração de sua casa, tem vida longa. Existem registros de papéis de parede, principalmente na Europa e Estados Unidos onde revestimento é amplamente utilizado, aplicados a mais de vinte anos e em perfeito estado de conservação. E nestes países temos um inverno rigoroso, com paredes frias e úmidas, e ainda resistindo perfeitamente aderido próximo aos sistemas de aquecimento das residências e locais públicos.

A conservação do papel de parede é muito simples e prática. Basta passar um pano úmido sobre a superfície e pronto! É importante limpar imediatamente a sujeira, desta forma você evita problemas na manutenção de sua decoração.